Home

Perfumaria Natura – Mapa Olfativo

13/março/2011

MAPA OLFATIVO – PERFUMARIA NATURA

MITOS E VERDADES SOBRE PERFUMARIA

1. Depois de algum tempo usando a mesma fragrância, é normal deixarmos de sentir seu cheiro. VERDADE

Quando usamos um produto por muito tempo é comum nos acostumarmos com o cheiro dele, deixando de senti-lo. Isso se chama “saturação olfativa”. Se você quiser sentir novamente o cheiro do seu perfume, use outra fragrância por um tempo. Quando você voltar para a usá-lo, sentirá seu perfume. Outra opção é intercalar os dias de uso do perfume com outro de sua preferência.

2. Não existe fixador em perfumes. VERDADE

Isto é a mais pura verdade! Não existe uma molécula sozinha, um único ingrediente “milagroso”, que quando adicionado faz o perfume durar mais ou menos. O que ajuda a fixar o perfume na pele são os ingredientes de menor volatilidade, ou seja, mais pesados utilizados na construção do corpo e do fundo de uma fragrância.

Então, se você quer um perfume que permaneça por mais tempo na pele, fique atento dois fatores no momento de escolher sua fragrância:

CAMINHO OLFATIVO: Perfumes com notas mais opulentas, madeiras e adocicados, tendem a ficar mais tempo na pele, por possuírem ingredientes mais intensos, demoram mais se desprender da sua pele. Já o perfume rico em notas leves e cítricas acontece o contrário, pois como ele possui uma quantidade maior de moléculas menores, elas desprenderão da pele mais rapidamente. MAS LEMBRE-SE: Todo perfume se aplicado da maneira adequada, dura no mínimo 8h!!!

TIPO DE PERFUME: um eau de parfum tem maior concentração de fragrância em comparação a uma água de banho, por isso fica mais tempo no corpo. Mas este só é válido quando comparamos 2 tipos de perfumes de um mesmo Caminho Olfativo.

3. O perfume muda de acordo com a pele. VERDADE

Nossa pele tem um cheiro que reflete o que comemos e bebemos, este é o nosso cheiro único.

Esse cheiro único, associado aos 70 a 300 ingredientes contidos na fragrância que aplicamos, faz com que cada pele exale um mesmo perfume com cheiros diferentes. Por isso acontece de um determinado perfume ficar melhor na pele de outra pessoa do que na sua.

4. O tipo de pele influencia no tempo de duração do perfume. VERDADE

Quando falamos da oleosidade natural, temperatura corporal e grau de sudação natural, podemos dizer que estes são fatores cruciais que influenciam sim na performance das fragrâncias. Peles oleosas, por exemplo, propiciam uma maior retenção das moléculas contida nas fragrâncias, por esta razão a percepção de duração do produto na pele é aumentada.

Como solução para as peles mais secas, indica-se a utilização de um hidratante, com a fragrância mais delicada possível para minimizar ao máximo a interferência do cheiro final de seu perfume, por exemplo, o Tododia Algodão, aguardar de 10 a 15 minutos e depois aplicar o perfume.

5. O banheiro é o melhor lugar para guardarmos um perfume. MITO

A claridade, a umidade e as oscilações de temperatura do banheiro prejudicam a fragrância do perfume. Para preservá-lo, guarde-o em lugares escuros, frescos e secos, como dentro do guarda-roupa, por exemplo.

6. Existem tipos de perfumes diferentes. VERDADE

Dependendo da quantidade, da concentração e de fragrância que o perfume possui ele recebe um nome diferente e deve ser aplicado de forma diferente.

As Águas de Banho de Ekos e Natura Águas devem ser utilizadas em abundância, pois por celebrarem a cultura dos “Banhos de Cheiro”, possuem uma baixa concentração de fragrância para possibilitar tal uso. Já os desodorantes colônia (ex. Amó, Humor, Kaiak, Revelar, Frescores de Ekos etc..), os Eau de Parfum e os Perfumes do Brasil, por possuírem maior quantidade de fragrância devem ser aplicados em pontos específicos (regiões de nossa pele com grande circulação sanguínea, que facilita o desprendimento da fragrância para que ela possa exalar para o meio ambiente e assim ser percebida).

Como exemplos clássicos destes pontos podemos citar: atrás das orelhas e nos punhos, mas podemos pensar também em dobras dos cotovelos e joelhos, na mulher entre os seios e no homem no tórax.

A DIFERENÇA NA CONCENTRAÇÃO DE FRAGRÂNCIAS:

No portfólio Natura existe diversos produtos que oferecem propostas de perfumação que diferem principalmente pela concentração das fragrâncias, mas ainda não existe nenhum órgão oficial que tenha trazido alguma padronização para o mercado de perfumaria. Por isso, a Natura possui sua própria classificação, de acordo com a concentração dos produtos.

A classificação segundo as concentrações foi divida em 6 categorias diferentes, conforme mostra o esquema abaixo:

Categoria Internacional – Concentração de Fragrância – Exemplo de Produtos Natura:

Qual a durabilidade de cada uma dessas categorias? 

A fixação ou durabilidade dependem das matérias-primas que compõem a fragrância, ou seja, a combinação dos ingredientes que definem o caminho olfativo + a concentração desta fragrância são os elementos que definem o tempo que elas costumam durar na pele. Assim, com relação aos produtos Natura, podemos dizer que:

Colônias Infantis: duram em torno de 3 a 5 horas;
Águas Natura e Águas de Banho Ekos: duram em torno de 4 a 6 horas;
Desodorantes Colônias e Frescores de Ekos: duram em torno de 6 a 8 horas;
Eau de Parfum: acima de 8 horas;
Perfumes: acima de 8 horas*.

* Os perfumes da Natura não possuem válvulas e a duração poderá ser influenciada pela quantidade aplicada, pois uma aplicação de Eau de Parfum (válvula) é cerca de 5 vezes a mais que a do perfume.

Outro ponto muito importante é evitar que as pessoas façam a comparação errada entre os produtos. A tabela acima ilustra a comparação correta dos nomes de produtos Natura com a nomenclatura convencional de mercado (internacional). Como exemplo de como isso funciona, os desodorantes colônias Natura deverão ser comparados com Eau de Toilettes.

GESTUAL RECOMENDADO DE USO PARA TIPOS DIFERENTES DE PERFUMES, EM NÚMERO DE BORRIFADAS: 

 – Desodorante Colônia: 2 borrifadas em pelo menos 2 pontos específicos;
– Eau de Parfum: 1 borrifada em menos 2 pontos específicos;
– Perfumes do Brasil: 2 gotas em pelo menos 1 ponto específico.

7. O álcool orgânico utilizado nas fragrâncias muda a fixação do perfume. MITO

O álcool utilizado para compor a fórmula de um perfume pode ter 2 origens, a sintética (feito em laboratório) ou a natural, obtido através da fermentação de vegetais como cana-de-açúcar, beterraba, dentre outros.
A Natura como sempre, busca alternativas para minimizar impactos ao meio ambiente, bem como trazer elementos naturais de forma sustentável para compor seus produtos, já utilizava o álcool de origem natural obtido da fermentação da cana, e optou por, a partir de 2008, iniciar um processo de troca do álcool obtido pela cana de plantio convencional, pela de cultivo orgânico.
Isto não altera o resultado olfativo final dos perfumes, uma vez que o padrão da qualidade olfativa do álcool continua a mesma, mas trouxe uma grande diferença no dia-a-dia dos trabalhadores da usina de cana e dos moradores da região, pois a cana-de-açúcar utilizada para fazer o álcool dos perfumes da Natura tem todo o seu processo desde o plantio, cultivo e colheita baseado em processos orgânicos certificados, ou seja, a cana que irá produzir o álcool do seu perfume Natura não entra em contato com agrotóxicos, no momento da colheita não sofre queimadas, enfim, o álcool que obtemos traz a sustentabilidade que a Natura acredita e busca sempre para fazer parte de seus produtos. (Fonte: Blog Consultoria)

Confira o site da Perfumaria Natura: http://www.perfumarianatura.com.br/, mas antes assista ao video abaixo!

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: